sexta-feira, 4 de agosto de 2017

CÂMARA DE CAPINZAL DO NORTE, HOMENAGEIA ENOQUE SABÁ, EM SESSÃO SOLENE.

A sessão solene realizada pela Câmara Municipal de Capinzal do Norte, na noite desta sexta-feira (04), presidida pela vereadora e presidente Drª Regilene Bertoldo (Regi), homenageou o amigo querido por todos Enoque Sabá, falecido no ultimo dia (23/07) devido a uma complicação pós-cirúrgica que o mesmo passou.

A maioria dos vereadores se fez presente no plenário, entre convidados, amigos e familiares como filhos netos que participaram da sessão, e nada mais justo e unanime que a partir de hoje a plenária da Câmara de vereadores de Capinzal passará a usar o nome de ENOQUE JORGE SABÁ em homenagem a esse guerreiro que nos deixou. 
 PROJETO 
HISTÓRIA
Enoque Jorge Sabá (20.12.1940 – 23.07.2017)

Enoque Jorge Sabá nasceu no Olho D’Água dos Tolentinos, distrito de Pedreiras (hoje Santo Antonio dos Lopes), Maranhão, em 20 de Dezembro de 1940. Era gêmeo siamês, unido pelo abdômen, tendo seu irmão gêmeo, Elias Jorge Sabá, logo após o nascimento, no procedimento de separação feito em Pedreiras, falecido devido esta intervenção médica. Era filho de Paulo (Boulos Gergens) Jorge Sabá e Bernardina de Sousa Morais.
Na época o distrito talvez tivesse umas cinquenta  casas, de taipa, paredes de barro e com teto da palha de palmeiras de babaçu.
Iniciou seus estudos lá mesmo no distrito de Olho D’Água. Pouco depois foi estudar em Pedreiras, sede do município e ficava numa pensão, junto com seu irmão mais velho Nagib Jorge Neto, hoje escritor e jornalista, que reside em Recife – Pernambuco.
Nos primeiros anos da década de 1950, após seu irmão Nagib Jorge Neto ter ido estudar em São Luís, Enoque foi também para a Capital do Estado. Lá em São Luís, estudou no Colégio Sousândrade, localizado no Bairro Lira, e morava numa pensão. Não conseguiu concluir seus estudos devido as dificuldades de não suportar a distância do pai e da mãe, e com o apoio do pai, voltou a morar no Olho D’Água. Veio a completar seus estudos de ensino médio em Capinzal do Norte nos anos da década de 1990.
Seu pai, Paulo Jorge (Boulos Gergens) Sabá nasceu em Kaytoli, pequena vila localizada nas montanhas distante aproximadamente 50 km de Beirute, a capital do Líbano, que nos anos 1920 fugiu dos conflitos no Oriente Médio para Dakar, capital do Senegal, na África, e vem tentar vida melhor no Brasil, tendo passado pelo estado do Ceará, e depois chegou ao Maranhão, desembarcando em Pedreiras.
Com pouco dinheiro, sem achar nada, Boulos e seus companheiros tiveram outra saída: ergueram um casebre em Olho D’Água, Município de Pedreiras, e instalaram uma bodega. Era o ano de 1933, e Paulo  Jorge Sabá tinha 30 anos, o negócio rendeu pouco, melhorou no ano seguinte, e em 1935 surge a paixão de Paulo Jorge Sabá por Bernardina de Sousa Morais, camponesa, analfabeta.
Em 1940 nasce Enoque Jorge Sabá. Até 1964 Paulo Jorge Sabá viveu no povoado Olho D’Água, depois migrou para Capinzal, hoje Município. Seu pai faleceu em 1975, com 71 anos de idade em Capinzal. Sua Bernardina mãe faleceu em São Luís.
Enoque Jorge Sabá passou a residir em Capinzal no ano de 1964, onde exercia a atividade de comerciante, junto com seu pai. Nessa época Capinzal era distrito de Santo Antônio dos Lopes.
No dia 25 de Julho de 1967 Enoque Jorge Sabá se casa com Francisca Vieira Sabá, uma Paraibana, na Igreja de São Sebastião. Juntos têm os filhos Núbia Jorge Vieira Sabá (27.01.1969), Paulo Jorge Sabá Neto (02.12.1970), Enofran Jorge Vieira Sabá (16.12.1971) e Evilásio Jorge Vieira Sabá (12.10.1974).
No ano de 1976, filiado ao Partido Aliança Renovadora Nacional (ARENA) Enoque Jorge Sabá se candidata a Vereador pelo município de Santo Antônio dos Lopes, e é eleito para o mandato de 1977-1982. No ano de 1982 é reeleito para o mandato de 1983 a 1988.
Durante o ano de 1993 e 1994 Enoque Jorge Sabá empreendeu todos os esforços para que fosse aprovada a Lei Estadual que criasse o Município de Capinzal do Norte. Assim, realizou e participou de inúmeras reuniões e atividades preparatórias para que o sonho dele se concretizasse: ver Capinzal emancipado!!
Dessa forma, junto com muitos moradores e líderes políticos, viram a aprovação da Lei Estadual n° 6.161 de 10 de Novembro de 1994 que cria o Município de CAPINZAL DO NORTE, desmembrado dos Municípios de Codó, Santo Antônio dos Lopes e Lima Campos, subordinado à Comarca de Codó.
No início da emancipação de Capinzal do Norte tenta a eleição de Vereador mas não consegue. No entanto, sua paixão por política é muito forte, e participa ativamente de todas as campanhas a prefeito de Capinzal do Norte, ao lado de Dr. Vieira (1996), Dr. Vieira (2000), Eliomar Miranda (2004), Dr. Vieira (2008), Arnaldo Bezerra (2012) e André Portela (2016). No ano de 2004 consegue grande alegria por teu seu filho Paulo Jorge Sabá Neto sido eleito vereador por Capinzal do Norte.
Nas eleições municipais de 2016 não deixou de participar ativamente de nenhuma atividade de Campanha. Sempre era chamado para deixar sua mensagem de ânimo para os apoiadores de André Portela.
Enoque Jorge Sabá viveu para fazer o bem para sua família. Amava intensamente sua esposa Francisca Vieira Sabá. Tinha um amor muito grande pelos filhos e manifestava intenso afeto e carinho pelos netos Joyna Sabá, Joyce Assunção, Michele Sousa Sabá, Enoque Neto, Beatriz Morais Sabá, Nicoly Sousa Sabá, Luíza Morais Sabá e Laura Morais Sabá.
Aos amigos e amigas de Capinzal do Norte Enoque Jorge Sabá não media esforços para fazer o bem e ajudar todas as pessoas. Era sempre disponível para ajudar a todos e todas, pelos quais sempre os tratava com muito respeito e educação. Nunca na vida pegou em armas ou se envolveu em brigas e contendas violentas. Viveu pacificamente na sua família, no seu comércio, juntamente com sua esposa, que amava demais.
Havia uns cinco anos que Enoque Jorge Sabá tinha uma hérnia inguinal e outra em sua barriga. Não escondia que tinha medo da cirurgia. No entanto, na cidade de Caxias, no 11 de julho, se submeteu a procedimento cirúrgico, que aparentemente, segundo os médicos, foi bem realizado. Ocorre que devido o pós-operatório, Enoque Jorge Sabá passou a agravar seu nervosismo, o que desencadeou alguns sintomas e reações, tendo inclusive passado a ter problemas urinários graves.
Na data de 22 de Julho, à noite, foi levado ao Hospital Municipal de Capinzal do Norte, e depois para o Hospital de Peritoró, onde veio a falecer, no dia da Missa de seu aniversário de 50 anos de casado.
Sobre a comemoração de seus 50 anos de casados, sempre falava da grande alegria de ter vivido todos eles ao lado de sua esposa Francisca Vieira Sabá, a quem amava intensamente e foi fiel a vida toda.
Enoque Jorge Sabá desenvolveu um amor pela participação das celebrações litúrgicas da Comunidade Católica de Capinzal do Norte, na mesma igreja de São Sebastião em que casou no ano de 1967, que sempre ia com sua esposa das missas dominicais. Não costumava faltar às celebrações, e manifestava muito contentamento de estar na igreja, em ambiente de espiritualidade.
Assim, a prece de que sua participação nesta terra dos louvores ao Criador, tendo na vida somente feito o bem e amado e respeitado a todos, toda a vida sendo vivida de forma pacífica, de solidariedade, de serviço, de forma ordeira e grande defensor da família, foi a prefiguração de sua acolhida na glória do Paraíso com o Senhor Deus.
FOTOS DA SESSÃO.


















Nenhum comentário:

Postar um comentário